Sign In

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE ITAQUAQUECETUBA


Dirigente: Marli Rodrigues Siqueira
Rua Jundiaí, 84 - Vila Monte Belo
CEP 08577-320 - Itaquaquecetuba - SP – Brasil
Email: deitq@educacao.sp.gov.br
Telefones: Clique em contatos
A+
A-

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO ITAQUAQUECETUBA


PROFESSOR MEDIADOR ESCOLAR E COMUNITÁRIO

EDITAL DE CREDENCIAMENTO

 

 

A Dirigente Regional de Ensino da Diretoria de Ensino da Região de Itaquaquecetuba torna pública a abertura de inscrição, específica para o credenciamento de docentes, interessados em atuar no ano de 2016, nas Escolas da Diretoria de Ensino da Região de Itaquaquecetuba, para desempenhar as atribuições de Professor Mediador Escolar e Comunitário, nos termos da Resolução SE-E 7, de 19-1-2012, da Resolução SE 75, de 28-11-2013 e Portaria CGRH -7, de 25/08/2015.

 

I – DAS INSCRIÇÕES

 

Para iniciar o processo de CREDENCIAMENTO DE PROFESSOR MEDIADOR ESCOLAR E COMUNITÁRIO 2016, O candidato deverá preencher o formulário de inscrição entregá-la pessoalmente na sede da Diretoria de Ensino de Itaquaquecetuba, na Rua Jundiaí nº 84 – Monte Belo - Itaquaquecetuba, conforme segue:

 

Período de inscrição e entrega de documentos:  de 09/11/2015 a  13/11/2015
Horário de atendimento para recebimento das inscrições: das 9h às 12h e das 13h às 16h

Local: Diretoria de Ensino de Itaquaquecetuba- Sala 16 – Núcleo de Administração de Pessoal (NAP)

Clique aqui para imprimir e preencher a ficha de inscrição. 

 

II - DAS CONDIÇÕES

Poderão se inscrever docentes, devidamente inscritos para o processo regular de atribuição de classes/aulas para o ano de 2016, na seguinte conformidade e ordem de prioridade:

 

I - titular de cargo docente da disciplina de Psicologia, que se encontre na condição de adido, classificado na própria escola, sem descaracterizar essa condição;

II - titular de cargo docente da disciplina de Psicologia, que se encontre na condição de adido, classificado em outra unidade escolar da mesma Diretoria de Ensino, sem descaracterizar essa condição;

III - titular de cargo docente de qualquer disciplina, que se encontre na condição de adido, classificado na própria escola, sem descaracterizar essa condição;

IV - titular de cargo docente de qualquer disciplina, que se encontre na condição de adido, classificado em outra unidade escolar da mesma Diretoria de Ensino, sem descaracterizar essa condição;

V - docente readaptado em exercício na escola, que seja detentor de perfil adequado à natureza das atribuições de Professor Mediador Escolar e Comunitário e que apresente histórico de bom relacionamento com alunos e com a comunidade, verificada a compatibilidade do seu rol de atribuições, estabelecido pela Comissão de Assuntos de Assistência à Saúde - CAAS;

VI - titular de cargo docente, classificado preferencialmente na própria escola, ao qual se venha atribuindo, por mais de um ano letivo, somente a carga horária correspondente à Jornada Reduzida de Trabalho docente;

VII - docente ocupante de função-atividade, abrangido pelo disposto no § 2º do artigo 2º da Lei Complementar nº 1.010, de 1º de junho de 2007, e que se encontre na situação prevista no inciso II do artigo 1º das Disposições Transitórias da Lei Complementar nº 1.093, de 16 de julho de 2009: (Categoria “F”)

a) da própria escola;

b) de outra unidade escolar, da mesma Diretoria de Ensino;

 

Artigo 1º - Os docentes devidamente inscritos para atuar como Professor Mediador Escolar e Comunitário serão selecionados pelo diretor  das Unidades Escolares em parceria com os responsáveis pela Gestão Regional do Sistema de Proteção Escolar, juntamente com a Comissão de Atribuição de Classes e Aulas da Diretoria de Ensino, mediante avaliação do perfil apresentado.

 

§ 1º - A avaliação de perfil de que trata o caput deste artigo consistirá de

 

1 - apreciação de carta de motivação, a ser apresentada pelo docente, contendo exposição sucinta das razões pelas quais opta por exercer as atribuições de Professor Mediador Escolar e Comunitário, elencadas nos incisos I a VI do artigo 7º da Resolução SE nº 19, de 12 de fevereiro de 2010, com a redação dada pelo artigo 10 da Resolução SE 7/2012.

2 - realização de entrevista individual, com a participação do diretor da escola selecionada, supervisor responsável pela Unidade e supervisor responsável pelo projeto de mediação escolar.

3 - análise de certificados de cursos ou comprovação ou participação do docente em ações ou projetos relacionados aos temas afetos à Proteção Escolar, tais como mediação de conflitos, Justiça Restaurativa, bullying, articulação comunitária, entre outros.

4 - Proposta de trabalho contendo as ações a serem desenvolvidas visando projetos relacionados à mediação de conflitos no ambiente escolar e comunidade buscando sempre o aperfeiçoamento do trabalho coletivo.

 

§ 2º - Os responsáveis pela Gestão Regional do Sistema de Proteção Escolar na Diretoria de Ensino, acompanhados pela Comissão de Atribuição de Classes e Aulas e ouvida à equipe gestora da escola selecionada, ponderarão, a critério próprio, sobre os requisitos indicados no parágrafo anterior, para cada candidato submetido à avaliação de perfil, e procederão à sua seleção, bem como à classificação dos docentes selecionados.

 

​III – DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA A INSCRIÇÃO  NA DIRETORIA DE ENSINO:

 

Para confirmação da inscrição, o docente deverá apresentar:

1. RG e CPF (original e cópia reprográfica).

2. Comprovante de inscrição informatizada para o processo de atribuição de aulas - 2016, contendo informações sobre a categoria do candidato e a opção por atuar em Projetos da Pasta;

3. A não apresentação dos  documentos solicitados acima no período estipulado por este Edital implicará no indeferimento do credenciamento.

 

IV – DA DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA FASE DE ENTREVISTA NAS UNIDADES ESCOLARES:

 

1. RG e CPF (original e cópia reprográfica).

2. Comprovante de inscrição informatizada para o processo de atribuição de aulas - 2016, contendo informações sobre a categoria do candidato e a opção por atuar em Projetos da Pasta;

3. “Curriculum Vitae” em que constem as ações de capacitação vivenciadas e/ou certificados de cursos ou comprovação de prévia participação em ações ou projetos relacionados aos temas afetos à Proteção Escolar, tais como mediação de conflitos, Justiça Restaurativa, bullying, articulação comunitária, entre outros.

4. Carta de motivação – de próprio punho – em que apresente exposição sucinta das razões pelas quais opta por exercer as funções de Professor Mediador Escolar e Comunitário, considerando as atribuições previstas no artigo 10 da Resolução SE 7/2012.

5. Proposta de trabalho contendo as ações a serem desenvolvidas visando projetos relacionados à mediação de conflitos no ambiente escolar e comunidade buscando sempre o aperfeiçoamento do trabalho coletivo.

 

V – DAS ATRIBUIÇÕES DOCENTES PARA ATUAR COMO PROFESSOR MEDIADOR:

As atribuições consistem precipuamente, em:

 

I - adotar práticas de mediação de conflitos no ambiente escolar e apoiar o desenvolvimento de ações e programas de Justiça Restaurativa;

II - orientar os pais dos alunos, ou responsáveis, sobre o papel da família no processo educativo;

III - analisar os fatores de vulnerabilidade e de risco a que possam estar expostos os alunos;

IV - orientar a família, ou responsáveis, quanto à procura de serviços de proteção social;

V - identificar e sugerir atividades pedagógicas complementares, a serem realizadas pelos alunos fora do período letivo;

VI - orientar e apoiar os alunos na prática de seus estudos.

 

VI – DA SELEÇÃO

Constituem-se em componentes do processo de seleção, além das habilitações/qualificações exigidas e o disposto no item II deste Edital, os seguintes aspectos:


1) Perfil profissional.

2) Currículo do candidato.

3) Carta de Motivação

4) Proposta de trabalho

 

VII – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

- Dados não constantes deste edital serão definidos posteriormente pelos órgãos superiores e por eventuais legislações que venham a vigorar após a publicação deste;

- Casos omissos serão analisados pela Gestão Regional do Sistema de Proteção Escolar e pela Comissão de Atribuição de Classes/Aulas da Diretoria de Ensino

 

 

Itaquaquecetuba, 20 de outubro de 2015.

 

 

 

 

 

 

Profª Marli Rodrigues Siqueira

Dirigente Regional de Ensino





Clique aqui para imprimir e preencher a ficha de inscrição.

​